Seja bem-vindo
à página de fã do mês!


Aqui você irá encontrar algumas entrevistas que fizemos com fãs de diversas partes do nosso país. Conheça mais sobre a SPFamily através dos nossos SPFans, que além de amar o Simple Plan, já fizeram loucuras para encontrar os caras, em suas vindas ao Brasil e até, no exterior. Todo mês um fã é escolhido a partir do fomulário de inscrição, sendo que nós o entrevistamos e fazemos algumas perguntas padrão, mas também, deixamos um espaço livre para que ele comente sobre o que quiser relacionado a banda, também cedemos espaço para divulgações de projetos relacionados a banda. Participe!

Últimas Imagens
adicionadas na galeria:

fa

Nome: Mariana Garrido de Castro
Aniversário: 03/11
E-mail: mari_garridoc@hotmail.com
Redes Sociais: Twitter | Facebook
Localidade: Rio de Janeiro – RJ

Como foi que começou a gostar do Simple Plan? Já teve algum contato com eles?

Não me lembro exatamente do meu primeiro contato com a banda, mas acredito ter sido ouvindo a música deles na Malhação ou no filme No Pique de Nova York… Minha memória com maior certeza em relação a eles é de 2006: eu estava jogando video game e ouvindo alguma rádio de música. O locutor começou a falar que ia ter show deles no Brasil e eu tive que pausar o jogo porque não consegui lidar com os dois ao mesmo tempo hahaha – nessa época já gostava bastante deles, então eu comecei a gostar em algum momento antes disso. Esse anúncio que eu ouvi na rádio era sobre o show de 2007 e foi o meu primeiro show, no Rio de Janeiro. Depois, fui no show de 2009, também no Rio, e de 2011, em Porto Alegre. No de 2012, de volta no Rio, eu conheci os meninos pela primeira vez. Depois disso, já foram mais 8 shows (sem contar um show do Reset com Pierre, Chuck e David!) e mais 7 encontros com os meninos – sendo um em uma boate de uma cidadezinha canadense! E tive direito a Pat também!

Seu CD favorito é..

Olha, sou péssima com isso… Eu não separo nada por CDs e tenho uma pasta só com tudo junto. Além disso, eu acho que sou bem versátil com as músicas, depende muito do que eu estou precisando ouvir. Ultimamente, eu tenho escutado as músicas mais novas com mais frequência, do Get Your Heart On pra frente.

Qual música do Simple Plan você mais se identifica?

Isso também varia bastante, acho que ainda mais por eu gostar deles há tanto tempo. Já passei por tempos de “One Day”, “God Must Hate Me” “Grow Up”, “What If”, mas acho que agora to mais pra “The Rest of Us” “I Don’t Wanna be Sad” e “Summer Paradise”. Minha vida anda muito corrida e eu estou preferindo músicas mais tranquilas… “Singing in the Rain” é uma que tá sempre tocando por aqui.

Você já fez alguma loucura pelo Simple Plan? Se sim, como foi isso?

Costumo dizer que o Simple Plan sempre me faz buscar algo melhor pra mim. Foi por causa deles que quis aprender inglês (eu queria entender o que eles estavam dizendo nas músicas e poder conversar com eles quando a gente finalmente se conhecesse), e foi ao final do show deles que, em 2012, resolvi realmente focar em ajeitar tudo para o meu intercâmbio. Desse meu ano fora, várias pessoas dizem que as “loucuras” foram muitas (principalmente minha mãe!), mas eu não sei se vejo como loucura mesmo. Enfim, os perrengues que mais me marcaram acho que foram as 9h em um ônibus pra uma cidadezinha no meio do nada e um aviãozinho de hélice, de apenas 20 pessoas, com um furacão por perto, a caminho de um show.

O que você achou do novo álbum: Taking One For The Team?

Achei extremamente divertido! Gostei que eles deram espaço para sons que seguem a linha de GYHO, e também voltaram aos primeiros CDs com algumas músicas, foi uma ótima mistura.

Qual é a sua música favorita desse novo álbum?

Tenho que dizer “Singing in the Rain”, mas “I Don’t Wanna Be Sad” também nunca falha em me fazer sorrir.

Você vai em algum show do Simple Plan no Brasil esse ano?

Sim! Vou no do Rio de Janeiro e no de São Paulo.

Agora conta pra gente: Qual música não pode faltar na set list do Simple Plan aqui no Brasil?

Como eu acho que eles vão cantar “Singing in the Rain”, vou dizer “The Rest of Us” hahaha. Mas eu também adoraria ver “My Alien”, “Fire in My Heart”, “Generation”, “Holding On” (hahaha sonho né? quem sabe um dia!), “Grow Up” e “God Must Hate Me”. O problema deles fazerem mais CDs é que o setlist que a gente gostaria de ouvir vai ficando cada vez maior! Mas eles disseram que vão tocar os maiores hits, o que é bom… Porque as clássicas também não podem faltar né?

A Mari nos mandou algumas fotos que ela já conseguiu tirar com os caras em todos esses anos. Veja:

fa-01


fa

Nome: Laura Kemper
Aniversário: 21/10
E-mail: laurinhakemper@hotmail.com
Redes Sociais: Twitter | Facebook
Localidade: Rio Grande do Sul

Como foi que começou a gostar do Simple Plan? Já teve algum contato com eles?

Gosto de Simple Plan desde os 11 anos. Quando meu pai comprou um notebook e veio com algumas das músicas deles. Me apaixonei assim que ouvi. Nunca tive contato.

Seu CD favorito é..

Essa é uma pergunta difícil de responder, pois cada um tem um toque diferente. Mas o que eu mais escuto no dia a dia é o No Pads.

Qual música do Simple Plan você mais se identifica?

Your Love Is A Lie. Sempre gostei muito dessa.

Você já fez alguma loucura pelo Simple Plan? Se sim, como foi isso?

Não tive oportunidade.

O que você achou do novo álbum: Taking One For The Team?

Amei! Me surpreendi bastante, não sei bem pelo o que eu esperava mas eu amei.

Qual é a sua música favorita desse novo álbum?

Opinion Overload. Não sei explicar, só achei sensacional!

Você vai em algum show do Simple Plan no Brasil esse ano?

Sim, pela primeira vez!!! Ingresso garantido para o show em POA.

Agora conta pra gente: Qual música não pode faltar na set list do Simple Plan aqui no Brasil?

Pergunta difícil. Queria poder dizer TODAS. Mas queria que muito que tocasse “Your Love Is A Lie”.

Complete: O Simple Plan salvou a sua vida porque… Eles motivam a gente dia após dia com suas musicas. Parece que cada música tem um pedacinho de mim. Cada uma me descreve um pouco. Me trouxeram amizades incríveis que eu mantenho até hoje. É inexplicável a sensação de tu ouvir uma música e ela te fazer tão bem. De tu estar disposta a fazer qualquer coisa pra conhecer pessoas que mesmo tu não tocando, sentindo, vendo ao vivo te fazem tão bem. É incrível.


Fã

Nome: Juliana Pantoja
Aniversário: 23/02
E-mail: juliana_633@live.com
Redes Sociais: Twitter | Facebook
Localidade: Belém- Pará

Como foi que começou a gostar do Simple Plan? Já teve algum contato com eles?

Eu gosto do Simple Plan desde os meus 9 anos de idade, desde quando eu vi pela primeira vez o vídeo de Perfect na tv, desde então sou fã deles, são longos 13 anos de relacionamento.

Seu CD favorito é..

Hum…pergunta difícil, porque em cada álbum tenho músicas que são minhas paixões, mas em particular Still Not Getting Any… é especial.

Qual música do Simple Plan você mais se identifica?

Nossa, são tantas!!! Simple Plan tem músicas que marcam vidas, letras que conversam com você, só quem escuta pode entender meu dilema ao escolher. Letras de Welcome To My Life, Astronaut e This Song Saved My Life, são as que eu mais me identifico, me resumem.

Você já fez alguma loucura pelo Simple Plan? Se sim, como foi isso?

Até o momento não.

O que você achou do novo álbum: Taking One For The Team?

F-A-N-T-Á-S-T-I-C-O !!!!!
Eu amei o estilo, as músicas, as colaborações, tudo está maravilhoso. É incrível quando você tem a oportunidade de crescer acompanhando a carreira de uma banda talentosa por tanto tempo, você se sente maravilhado com a qualidade dos trabalhos, vendo o processo de amadurecimento, mas sem perder as raízes, é simplesmente apaixonante, Simple Plan conseguiu englobar os estilos destintos de uma forma única.

Qual é a sua música favorita desse novo álbum?

Outra vez essa tortura…kkk. É um álbum fantástico, eu sou perdidamente apaixonada por Kiss Me Like Nobody’s Watching e I Don’t Wanna Go To Bed.

Você vai em algum show do Simple Plan no Brasil esse ano?

Finalmente vou ter a oportunidade de ir ao show em Dezembro, em São Paulo.

Agora conta pra gente: Qual música não pode faltar na set list do Simple Plan aqui no Brasil?

Todas. kkkk. Não pode faltar as clássicas, todas do novo álbum, e Take My Hand, Your Love Is a Lie, What If, Astronaut, Anywhere Else But Here, This Song Saved My Life, essa “pequena” lista está ótima.

Complete: O Simple Plan salvou a sua vida porque… suas canções dizem como ninguém, que não tem problema em ser eu mesma. “You let me know like no one else That it’s OK to be myself” – This Song Saved My Life.


fã do mês

Nome: Raquel de Oliveira
Aniversário: 13/02
E-mail: rak_sango@hotmail.com
Redes Sociais: Twitter | Facebook
Localidade: Caieiras – SP

Como foi que começou a gostar do Simple Plan? Já teve algum contato com eles?

Comecei a gostar em 2002 com o lançamento do clipe da música Perfect. Já tinha ouvido eles antes porque minha prima era viciada, mas só depois de ver o clipe que comecei a gostar mesmo. Nunca tive contato, mas sinto que isso vai mudar em dezembro ^^

Você já foi a algum show do Simple Plan? Se sim, como foi?

Sim!!!! No de São Paulo ^^ (2012).

Seu CD favorito é..

Empate entre Still Not Getting Any… e Get Your Heart On!

Qual música do Simple Plan você mais se identifica?

Muitas e muitas, é impossível escolher uma só. Parece que cada uma fala um pouco sobre mim e para mim.

Você já fez alguma loucura pelo Simple Plan? Se sim, como foi isso?

Não, ainda não tive oportunidade. Mas quem sabe em breve.

O que você achou do novo álbum: Taking One For The Team?

MARAVILHOSO!!! Adorei as músicas, as letras, as colaborações… Valeu a pena esperar.

Qual é a sua música favorita desse novo álbum?

Escolha difícil!!!! Mas acho que I Refuse me conquistou mais.

Agora conta pra gente: Qual música não pode faltar na set list do Simple Plan aqui no Brasil?

I Refuse! E as clássicas, claro.

Complete: O Simple Plan salvou a sua vida porque… mostrou que eu não tenho que agradar ninguém além de mim mesmo.


fã do mês

Nome: Anna Clara Lomeu
Aniversário: 30/09
E-mail: annaclaralomeu@hotmail.com
Redes Sociais: Twitter | Facebook
Localidade: Minas Gerais, mas atualmente em Budapeste – Hungria

Como foi que começou a gostar do Simple Plan? Já teve algum contato com eles?

Não lembro exatamente como nem quando. Foi por volta de 2007, 2008. Eu tinha meus 12/13 anos e eles estavam super em alta. Lembro de comprar todas as revistas que tinha alguma coisa deles e de acompanhar o MySpace deles e as comunidades do Orkut. Conheci eles no show de 2012 no Rio de Janeiro, logo que cheguei em Budapeste “encontrei” o Sébastien e vi eles nos shows que eu fui aqui na Europa.

Sabemos que você já foi em alguns shows da “Taking One For The Team Tour” na Europa. Em quais países e como foi essa experiência?

“Alguns” rs. O primeiro que eu fui aqui na Europa foi em Barcelona – Espanha. Depois fui em Praga – República Tcheca, em Manchester e Londres – ambos na Inglaterra. Já na segunda parte da turnê fui no show em Roma – Itália (que na verdade não foi em Roma, como eles dizem, mas em Ciampino, uma cidadezinha próxima). Os shows foram ótimos, mas a experiência de chegar num lugar desconhecido e com uma língua diferente nem foi sempre boa. Felizmente eu não estava sozinha. Mas é bacana reparar a diferença do público brasileiro pro público europeu.

Os fãs brasileiros sem dúvidas que são os mais loucos mas dos shows que você foi na Europa, tem algum em que os fãs são bem animados ou em todos os fãs são bem tranquilos?

Tem! Sinceramente, em Roma eu ouso dizer que as pessoas estavam mais animadas que no Brasil. O clima era bem similar: muito empurra-empurra e nenhuma preocupação com a pessoa que está do seu lado. Em Praga o pessoal estava bem no clima também. Foi um dos shows mais bonitos de se ver e mais interativos. Em Londres o pessoal também estava bem louco. Tomei até tapa na cara rs.

Das músicas que o Simple Plan tocou nos shows que você foi na Europa, tem alguma que eles não podem tirar de jeito nenhum da setlist? E alguma que eles precisam adicionar aqui no Brasil?

Tem uma que eles tiraram na segunda parte da EuroTour mas que eu espero sinceramente que volte porque era a minha preferida da setlist: The Rest Of Us. E das que ainda estão na setlist atual eu gostaria que eles não tirassem de jeito nenhum Singing In The Rain.

Nossa, pra adicionar a lista é extensa! Não vou sonhar alto, então vou me apegar apenas às músicas do CD novo, mas que fique registrado que tem várias músicas antigas que eu colocaria também. As mais urgentes, pra mim, que eles precisam colocar na setlist é Problem Child, Perfectly Perfect e P.S. I Hate You. E eu não reclamaria se eles tornassem Farewell e Kiss Me fixas também não e parassem de tocar I Refuse :)

Seu CD favorito é..

O Self Titled.

Qual música do Simple Plan você mais se identifica?

Não sei se é exatamente identificação, mas as minhas preferidas vão ser para sempre Everytime e My Alien.

Você já fez alguma loucura pelo Simple Plan? Se sim, como foi isso?

Pagar pra ir em 5 shows num espaço de 2 meses foi uma loucura bem grande hahaha. No Brasil eu sempre morei no interior de Minas, então sempre era uma loucura pra ir parar em alguma capital nos shows deles.
Mas a maior loucura certamente foi o que eu passei no show deles em Roma. Que como eu disse lá em cima não era em Roma e sim em Ciampino. E eu fui descobrir isso enquanto tentava pegar o trem pra chegar lá. A casa de show ficava há 20 minutos de trem do centro de Roma. Cheguei na estação com 1 hora de antecedência pra se fui tentar pegar o bendito trem. Não consegui. Fica aqui a dica: os italianos são horríveis pra dar informação e é mais fácil falar em português com eles do que em inglês. Demorei horas tentando encontrar a plataforma de onde o trem saía. Não achei e apelei pro taxi (que, diga-se de passagem, demorava 1 hora até o local do show. Isso quando já era 3 horas da tarde, o horário do início da soundcheck). Fui o caminho todo de Roma a Ciampino com a certeza de que eu nunca chegaria a tempo pra soundcheck, porque apesar deles sempre atrasarem, atrasar 1 hora é demais. Cheguei as 4 da tarde na casa de show. Vi um mar de gente sentada numa rampa (que era o único acesso à entrada) e passei em cima de todo mundo, pisei na mão de umas 5 pessoas diferentes e chutei cabeças até conseguir chegar no início da fila. Umas meninas me disseram que a soundcheck tinha começado há uns 15 minutos e eu fui tentar pedir pra algum segurança me deixar entrar mesmo atrasada. Não achei ninguém. Pulei todas as grades e entrei na casa de show rezando pra ninguém me barrar no caminho. Ninguém nem me viu entrar. Pra minha sorte consegui chegar a tempo e estava muito agradecida aos cosmos, até chegar a hora de ir embora depois que o show acabou. Fomos tentar pegar o trem NOVAMENTE, mas quando chegamos na estação todos os trens já tinham parado de rodar (23hrs). Tentamos apelar novamente pro táxi, mas simplesmente não existia NENHUM táxi naquele lugar. Voltamos pra porta do show na esperança de ter um táxi lá. Não tinha. Totalmente deserto. Queria chorar e correr pra minha mãe. Achei que ia morrer em Ciampino. O desespero era tanto que até os meninos da The Bottom Line, banda de abertura do Simple Plan na EuroTour, tentaram ajudar a gente. No final deu tudo certo, mas não gosto nem de pensar no dinheiro que eu gastei nessas corridas de táxi. Certamente foi a maior loucura que eu já fiz pelo Simple Plan.

O que você achou do novo álbum: Taking One For The Team?

Tirando poucas músicas que eu não gosto (I Refuse!!!!!!!!!!!!), achei o CD num geral maravilhoso. Foi uma surpresa muito boa pra mim.

Qual é a sua música favorita desse novo álbum?

Não consigo decidir entre Problem Child, Perfectly Perfect e Singing In The Rain.

Complete: O Simple Plan salvou a sua vida porque… eles me deram amigos maravilhosos que me ajudam a aguentar dia após dia.

A Anna mandou pra gente algumas fotos que ela conseguiu tirar com os caras. Confira:

fã do mês 06


12931208_10208780733014032_13698267444635380_n

Nome: Juliana Moreschi
Aniversário: 08/10
E-mail: julianamoreschi@yahoo.com.br
Redes Sociais: Twitter | Facebook
Localidade: São Paulo – SP

Como foi que começou a gostar do Simple Plan? Já teve algum contato com eles?

Comecei a gostar do Simple Plan no começo de 2004, junto com as minhas melhores amigas da época de escola (melhor época!). Desde então nada mudou e SP continua sendo a minha banda favorita XD. No último show que fizeram aqui no Brasil, tive a oportunidade de conhecê-los pessoalmente e ter a certeza do porque são minha banda favorita. São as melhores pessoas (embora eu tenha travado MUITO conversando com eles), os melhores shows, as melhores músicas, as melhores letras… Sempre. <3

Você já foi a algum show do Simple Plan? Se sim, como foi?

Fui a todos os shows do Simple Plan no Brasil, inclusive o acústico da Mix (mas isso eu vou contar mais pra frente!) e, não sei… É inexplicável. Todo show é especial e inesquecível de maneiras diferentes. A energia que emana do palco é surreal, todo mundo cantando junto (melhores fãs! Sério! A gente representa!), a interação da banda com o público… Com certeza, sempre estão na lista de melhores dias da minha vida.

Seu CD favorito é..

Puts… Fazer uma libriana escolher entre os CDs da banda preferida? IMPOSSÍVEEEEL! XD Mas vou tentar. Acho que meu CD preferido sempre acaba sendo o No Pads, pela nostalgia. Ah, No Pads é mágico! Faz lembrar o SP antigo, na época em que ouvíamos o dia inteiro ele na escola (como meus CDs são sofridos, tadinhos ;-;), fora que (SPOILERS da próxima pergunta) minha música favorita está nele. Amo. *-*

Qual música do Simple Plan você mais se identifica?

Minha música favorita do Simple Plan é Meet You There, desde a primeira vez que eu a ouvi, acho que foi um dos grandes fatores que me fez gostar tanto da banda. Não sei o que acontece, realmente, mas a letra da música mexe muito comigo. Me faz pensar nas pessoas que eu mais amo nesse mundo (especialmente em uma…) e isso a torna muito especial. A parte do “And where I go, you’ll be there with me. Forever you’ll be right here with me” sempre me emociona por isso ser tão verdade pra mim.

Você já fez alguma loucura pelo Simple Plan? Se sim, como foi isso?

Acho que coisas que podem ser consideradas “loucuras” pelo SP, eu fiz duas (tirando o dinheiro todo que eu já gastei com eles, porque… NOSSA! Melhor nunca fazer as contas. SÉRIO!). A primeira loucura que fiz por eles foi para ir ao Acústico da Mix. Eu estava com a minha família inteira no interior, na piscina da casa da minha tia. Às 16:00, o dono de uma loja de CDs que ficava na Augusta (onde eu comprava todos os meus CDs) me ligou dizendo que tinha três ingressos pro show deles. Eu literalmente saí correndo, nunca me arrumei tão rápido na vida e peguei o ônibus com a minha mãe, que é deficiente e minha companheira SEMPRE <3, achando que não daria tempo de chegar. Quando sentamos nas cadeiras do mezanino, o show começou. E foi muito maravilhoso. Inesquecível.
A segunda loucura que fiz por eles foi ter ido no SWU. Quem foi sabe que só ter ido, em si, já é uma loucura. Acho que tenho lama em mim até hoje, desde aquele dia. IUAHIUAHA

O que você achou do novo álbum: Taking One For The Team?

Eu amei o Taking One For The Team, porque me lembra muito o SP antigo que eu sempre amei. Nas músicas transparece o quanto eles amaram fazer isso e o quão duro trabalharam para conseguir. Me deixa tão orgulhosa. <3

Qual é a sua música favorita desse novo álbum?

Creio que a minha música favorita desse album é Nostalgic, pela letra, principalmente (ah, minha mania de sempre de associar músicas a pessoas que eu amo). Em vários momentos sinto que ela é a música que se encaixa perfeitamente. “It’s making me sick feeling nostalgic”. Ah, devo dizer que ela perde por pouco de Farewell, que é quase favorita pelos exatos mesmos motivos.

Complete: O Simple Plan salvou a sua vida porque… eles estavam lá SEMPRE quando ninguém mais estava.


Beatriz Bessegato

Nome: Beatriz Bessegato
Aniversário: 04/04
E-mail: biia.bessegato@gmail.com
Redes Sociais: Twitter | Facebook
Localidade: Resende – Rio de Janeiro

Como foi que começou a gostar do Simple Plan? Já teve algum contato com eles?

Comecei a gostar em 2005, tinha 8 anos, vi o clipe de Perfect passando na Mix TV e já me apaixonei. Já são 10 anos sendo fã e os amo cada vez mais. Infelizmente nunca tive contato com eles, mas esse ano se der tudo certo vou no show e em tudo que um fã tem direito, esperei muito tempo por isso.

Você já foi a algum show do Simple Plan? Se sim, como foi?

Nunca fui em um show, meus pais me prendiam muito kkkkk Agora que sou maior de idade fica mais fácil, já junto dinheiro tem um tempinho então estou só aguardando os bonitos voltarem pra cá.

Seu CD favorito é..

Sem dúvida é o Still Not Getting Any, porque comecei a virar fã na época que ele foi lançado e me identifico muito com a maioria das músicas. Esse álbum mexe muito comigo, era a melhor fase deles então sou apaixonada por esse CD e por essa época também.

Qual música do Simple Plan você mais se identifica?

Perfect World. Essa música me descreve por completo, eu nunca enjoo dela, e se deixar ouço ela o dia inteiro.

Você já fez alguma loucura pelo Simple Plan? Se sim, como foi isso?

Ainda não kkkk Mas quando voltarem com certeza vou ser daquelas que vão em aeroporto e que vão fazer de tudo por uma foto. Sou apaixonada pelo David, quem me conhece sabe, meu sonho é conhece-lo então ele que me aguarde porque vou conseguir uma foto de todo o jeito.

O que você achou do novo álbum: Taking One For The Team?

No início quando vi algumas entrevistas dos meninos falando que o álbum ia ser uma coisa mais diversificada fiquei em choque, conheço o Simple Plan com um certo tipo de música e saber que isso ia mudar me deixou um pouco preocupada, mas assim que fui escutando as músicas me apaixonei completamente pelo álbum e agora amo o Taking One For The Team, é o único álbum em que gostei de todas as músicas sem exceção.

Qual é a sua música favorita desse novo álbum?

Kiss Me Like Nobody’s Watching! Amei essa música desde a primeira vez que escutei, foi uma conexão muito forte em relação as outras e sem contar que me lembra muito hot baguettes kkkk

Complete: O Simple Plan salvou a sua vida porque… não sei como explicar em palavras mas simple plan me salvou pois mesmo com o passar dos anos eu ainda sinto todo aquele amor que sentia a 10 anos atrás, não muda, só aumenta, quando acho que estou perdida em relação a algo vem o SP e faz uma música que me define por completo. Amo aqueles cinco caras.


10446520_10201399091856546_9217905310456236948_n
 

Nome: Thiago Feliciano
Aniversário: 10/09
E-mail: thiagofelicianos@hotmail.com
Redes Sociais: Instagram | Facebook
Localidade: São Paulo – SP

Como foi que começou a gostar do Simple Plan? Já teve algum contato com eles?

Em 2007 uma garota me “apresentou” o Simple Plan com a música “Welcome To My Life” e “Perfect”. De início achei “ok”, lembro que foi bem na época que eles viriam para o Brasil em turnê. Comecei a escutar SP nas rádios e curtir o som, quando percebi já estava procurando por outras músicas e fazendo download dos hits… Desde então fiquei fissurado por eles.

Você já foi a algum show do Simple Plan? Se sim, como foi?

Sim, meu primeiro show foi em São Paulo, em Março de 2009, lembro de cada detalhe, a sequência das músicas, como me senti, tudo. Foi meu primeiro show da vida, e estreei com Simple Plan, ficou marcado para sempre. Meu segundo show foi em Londres em Agosto de 2015 num festival, consegui ficar na grade e cara a cara com o Bouvier, ganhei a palheta do David e uma toalha do Chuck! Meu terceiro foi em Madri em Fevereiro de 2016 onde tive a oportunidade de realizar um sonho e conhecer os caras. O próximo show será na Noruega, dia 24 de Maio. Mal posso esperar!

Seu CD favorito é…

Meu favorito é o “Still Not Getting Any…”. Porém, gosto muito também do álbum “Simple Plan” pois foram os hits da turnê de 2009.

Qual música do Simple Plan você mais se identifica?

I’m Just a Kid e Generation.

Você já fez alguma loucura pelo Simple Plan? Se sim, como foi isso?

Sim, uma loucura sábia. Vim estudar inglês em Dublin, Irlanda e todos os shows do SP aqui na Europa eu faço o possível para ir, assim vou em novos shows e conheço alguns países hahahaha.

O que você achou do novo álbum: Taking One For The Team?

Sinceramente? Achei que o SP pensou muito nos novos fãs e “modernizou” alguns hits. Eu curti, achei uma pegada diferenciada… Sinto um Simple Plan das antigas nas músicas “Opinion Overload” e “Boom”.

Qual é a sua música favorita desse novo álbum?

Acho “Singing In The Rain” bem simpática, curto muito a melodia de “Farewell” e “Nostalgic” é viciante.

Complete: O Simple Plan salvou a sua vida porque…

Consegui ver o mundo de outras maneiras, descobri que tudo é possível!

 


Clara FIgueira

Nome: Clara Figueira
Aniversário: 02/02
E-mail: cfgr.alves@gmail.com
Redes Sociais: Instagram | Twitter
Localidade: Belo Horizonte – Minas Gerais

Como foi que começou a gostar do Simple Plan? Já teve algum contato com eles?

Eu escutava as músicas na rádio, mas ainda não sabia quem era a banda. Em 2007 eu assisti a apresentação deles no Big Brother Brasil, e aí sim me tornei fã. Contato com eles só via Twitter e Instagram mesmo.

Você já foi a algum show do Simple Plan? Se sim, como foi?

Não fui. Na verdade eu não pude ir porque meus pais não apoiam muito essa questão de acompanhar um ídolo. Ainda não tive oportunidade de conhecê-los pessoalmente, mas ainda não desisti. Sigo firme e confiante que vou vê-los de pertinho um dia.

Seu CD favorito é..

Self titled! Pois foi a partir dele que eu passei acompanhar fanaticamente a banda.

Qual música do Simple Plan você mais se identifica?

Holding On. Pois a letra dela é muito forte e sempre se encaixa no momento que eu estou passando e me dá forças pra continuar, seja um período bom ou ruim, essa música me renova.

Você já fez alguma loucura pelo Simple Plan? Se sim, como foi isso?

Bom, minha loucura poderia ter dado certo, mas a missão falhou por que meu pai não quis me dar carona de caminhão (no qual ele trabalha) de Belo Horizonte até Salvador e Teresina em 2012. Ele ia estar nessas cidades no dia dos shows, mas tive meu pedido rejeitado por ele haha. Fiquei em casa sofrendo. Mas planejo a ‘loucura’ de tatuar um trecho de Holding On no meu corpo. Ou virar vegana né…

Complete: O Simple Plan salvou a sua vida porque… Sinto com se eles fossem vozes amigas a me ajudar a seguir em frente, nunca desistir, que eu sou capaz e que eu posso ser quem eu quiser. Isso realmente me motiva todos os dias.

A Clara mandou um recadinho pra gente, gostaríamos de compartilhar com vocês e ressaltar: queremos conhecer vocês e dar a chance de outros fãs também conhecerem, por isso, seja nosso fã do mês! Mande a sua inscrição clicando aqui. Será um prazer enorme divulgar a sua história aqui <3

Gostaria de agradecer vocês por me escolherem para fã do mês! Não sei direito que dizer, a minha história não é das mais lindas, mas enfim, obrigada vocês!


1554358_569120953179207_1384475216_n

Nome: Tamires Batista
Aniversário: 10/10
E-mail: tamires.rox@hotmail
Redes Sociais: Facebook
Localidade: Poá – SP

Como foi que começou a gostar do Simple Plan? Já teve algum contato com eles?

Na época da escola, mais precisamente em 2005. A galera do grêmio da escola que eu estudava sempre colocava música na hora do recreio e como eles eram roqueiros, sempre tocavam mais rock. Sempre tocavam Perfect e Shut Up. Eu já tinha visto eles no filme “No Pique de Nova Iorque”, mas não sabia que era a mesma banda que tocavam na hora do recreio. Um dia, eu estava no telefone com uma amiga, que também gostava das músicas do SP, e ambas estávamos assistindo um canal de videoclipes quando começou a passar o clipe Shut Up. (Sim, eu me lembro exatamente desse dia). Minha amiga na hora disse : “Olha, a música daquela banda que a gente gosta.” O clipe começa com os caras andando na calçada em câmera lenta e, naquela hora, foi amor a Primeira vista hahahaha. Lembro que na hora, apaixonei no Pierre fazendo biquinho pra cantar HAHAHA e minha amiga gostou mais do “carinha da franja”. No outro dia, fomos numa Lan House e pesquisamos tudo sobre eles e descobrimos que ‘meu amor’ se chamava Pierre e o “carinha da franja” se chamava David. A música era boa e os caras lindos, então, como não se apaixonar?! Toda semana pedíamos pra tocar Simple Plan na hora do recreio e até fiquei conhecida como “garota Simple Plan” na escola.

Tive dois contatos com os caras. O primeiro foi 15/11/2011 numa rádio em que eles atenderam os fãs e o outro foi 10/10/2012 no dia em que eles desembarcaram em São Paulo para a turnê daquele ano.

Você já foi a algum show do Simple Plan? Se sim, como foi?

Fui a Três shows deles. Em 2009, 2011 e 2012. O primeiro eu estava tão ansiosa que nem dormi na véspera. Eu fui virada pra escola e da escola fui direto pra Fila do show {sozinha}. A ansiedade era tanta que me alimentei pouco também. Na fila desse show conheci muita gente louca que nem eu e que até hoje mantenho contato. Em 2011, cheguei bem cedo na fila do SWU, sozinha de novo, mas encontrei uma menina que eu só conhecia do Orkut e passamos o dia juntas. Passamos por poucas e boas até o Simple Plan entrar no palco: frio, fome, sede, cansaço, aperto e chuva muita chuva com direto a muita lama em nossas roupas. O bombeiro que estava no espaço entre a Grade e o Palco ficou com dó da gente e até nos ofereceu água e sempre dizia “Aguenta Firme. Já já eles chegam”. Quando eles entraram no palco eu nem lembrava que não conseguia mais sentir meus pés e a dor nas costas desapareceu com a vibe “show na chuva”. Foi sensacional. Voltei pra casa toda ensopada mas inundada de felicidade.

Em 2012 eu fui sozinha também, dormi na fila, com gente desconhecida e muito louca e, pra mim, juntando a parte da fila com a apresentação dos caras, foi o melhor Show deles em que eu já fui. Saí de lá feliz demais!!!

Seu CD favorito é..

CLAAAAAAAAARO que é o Still Not Getting Any. Foi o primeiro CD que eu comprei e eu ouvia o dia todo se deixasse. Ouvia tanto que a minha mãe pegou raiva do Simple Plan e, pra me deixar nervosa, chamava o Pierre de Gordo hahahahahaha. Até hoje ela não gosta, mas uma vez me disse que a unica musica que prestava daquele CD era Untitled, que em 2007 entrou na Trilha sonora de Malhação.

Qual música do Simple Plan você mais se identifica?

I’d do Anything. Amo tudo: a letra, o clipe e amo que o David canta. Mas gosto muito de Boom também. (Boom é uma poesia lindaaaaaaa hahaha)

Você já fez alguma loucura pelo Simple Plan? Se sim, como foi isso?

HAHAHAHA loucura e Simple Plan combinam muito pra mim. Mas a mais doida foi no dia do meu aniversário que, coincidentemente, também era o dia em que eles desembarcariam aqui no Brasil, no Aeroporto de Guarulhos. Mas, infelizmente, nesse dia também eu tinha prova na faculdade de uma disciplina que eu não podia me dar o luxo de tirar notas baixas. O que fazer? Ir ao aeroporto, claro. Avisei meu pai que ele TINHA que me deixar no aeroporto antes das sete da manhã, que era mais ou menos o horário que o avião deles desembarcaria aqui. Ele não queria porque, em 2009 ele também me levou no aeroporto de Guarulhos para esperar os caras que estavam vindo de Goiás para o show aqui em São Paulo. Infelizmente me deram a informação errada e os caras desembarcaram em Congonhas e não em Guarulhos. Voltei pra casa arrasada. Mas insisti que as informações eram “quentes” e que, daquela vez, eu ia ver o Simple Plan. A muito custo meu pai aceitou me levar e, lá estava eu: sozinha como sempre, com uma câmera na mão, uma foto para eles autografarem e um desenho que eu pretendia dar de presente para um dos caras. Foi dando o horário do avião chegar e a ansiedade me consumia. Não parava de pensar que, se desse errado, se eles não desembarcassem ali, eu ia ter perdido uma prova importantíssima e ia ter que ralar pra correr atrás do prejuizo, além de ter uma enorme decepção em pleno aniversário de 20 anos. Mas, então, eu vi o Pierre saindo do desembarque com uma carinha linda de sono e dizendo Obrigado. Gente, não tem como explicar. Depois saíram o Seb e os outros. Dei o desenho pro Chuck, disse que era meu aniversário e ele me deu Parabéns e um abraço que eu nunca vou esquecer. Depois fui correndo pelo aeroporto pra tentar autografo e foto com os outros caras também. Depois da euforia, liguei pro meu pai dizendo que deu tudo certo e parti em direção a Faculdade, por que ainda tinha aula naquele dia. Chegando lá, o pessoal da faculdade vibrou junto comigo quando eu disse que tinha conseguido. Uma amiga amiga me ligou para me desejar os parabéns (pelo aniversário) e disse: ” blablablablablabla (não lembro extamente tudo) que seu dia seja maravilhoso, com muitas surpresas boas.” Eu respondi: “Já foi maravilhoso amiga! você não vai acreditar quem eu vi hoje de manha!!” Ironizando, ela respondeu: “Quem? O Pierre? {porque ela e todo mundo que me conhece sabe que eu sou Xonada Louca no Pierre} e eu respondi: “SIIIIIIIIIIIIIIM”. É claro que ela não acreditou então eu tive que explicar o que aconteceu, mas mesmo assim ela só acreditou quando, no mesmo dia, eu postei minha foto com o Pierre. Nos comentários da foto, todo mundo dizendo que foi “o melhor presente”. E de fato foi. Passei o resto do dia flutuando hahaha. Eu quase peguei DP naquela Disciplina por não ter feito a prova, mas deu tudo certo.

Complete: O Simple Plan salvou a sua vida porque… Não diria que salvou, mas sim que Eles colocam muito amor na minha vida por meio das letras e de ser quem eles são: um exemplo!

A Tamires mandou um recado pra vocês:

Só queria agradecer. Escrevi muito e espero que, quem ler até o fim, vai rir e se identificar!