Seja bem-vindo ao Simple Plan Brasil! Nós somos um site brasileiro sobre o Simple Plan com objetivo de difundir notícias, vídeos e conteúdos da banda. Este site é feito de fãs para fãs, ainda sem vínculos com integrantes da banda, mas temos apoio da Warner Music Brasil [+]

19.JPG
12.JPG
16.JPG
15.JPG
14.JPG
13.JPG

Últimas Imagens

Chuck e Seb contam que não acampariam para um show

Para aproveitar a passagem do Simple Plan pelo Download Festival em junho, Chuck Comeau e Sébastien Lefebvre cederam uma rápida entrevista ao TotalRock onde falaram sobre o shows que estavam fazendo com a turnê, sobre os fãs (daqueles que estão os acompanhando desde o início até daqueles que os conheceram agora), como a banda escolhe as músicas para a setlist e ao falarem sobre a diferença entre os festivais europeus e americanos, a dupla agradece os fãs que acampam para um show deles mas eles não são do tipo que fariam isso.

Abaixo, assista o vídeo da entrevista e leia a tradução feita pela nossa equipe:

Repórter: Como está sendo o dia de vocês?

Chuck: Nosso dia até agora tem sido bom. Nós chegamos aqui, vimos algumas bandas tocarem, vimos o “Pierce The Veil”, né?
Seb: Sim, mas foi apenas por 10 minutos porque tivemos que ir para uma sessão de autógrafos com vários fãs e foi ótimo. Mal posso esperar por hoje a noite, acho que teremos ótimos momentos.
Chuck: Talvez vejamos a banda “A Day to Remember”, tentaremos aproveitar, integrar tudo. Essa é a terceira vez que participamos desse festival.

Repórter: Vocês vão só tocar e ir embora ou vão ficar?

Chuck: Iremos embora, temos que ir pra um outro festival tocar com o Linkin Park, então vai ser divertido. Tocamos antes em Londres também, então tivemos shows lotados, estivemos ocupados…

Repórter: Ainda é só a turnê do No Pads ou estão fazendo algo misto?

Seb: Ontem tocamos com ela em Londres, hoje será o show do Taking One For The Team, então está misturado. Nos festivais tocamos os shows normais do TOFTT e em show fechados o da turnê de aniversário do No Pads. É maravilhoso estar em turnê e voltar a tocar todas essas músicas de novo.

Repórter: Como tem sido a receptividade desses shows?

Seb: Tem sido ótimo! Nós perguntamos todas as noites e muitas pessoas estão lá nos vendo pela primeira vez. Tem várias pessoas com 13 e 14 anos que nunca foram nos shows e agora estão com quase 30 anos e eles vão, finalmente tem dinheiro para ir e surpreendentemente estamos voltando ao Reino Unido depois de bastante tempo, mas ainda assim é a primeira vez que algumas pessoas estão nos assistindo.
Chuck: É um mix muito legal, temos os fãs hardcore, fãs que estavam lá desde o início da carreira e também temos fãs novos, como o Seb disse. Temos vários adolescentes que estão descobrindo a banda pelo Spotify ou qualquer outro aplicativo, então eles tem a possibilidade de encontrar músicas antigas, navegar pela nossa discografia e acabam tendo a possibilidade de irem a um de nossos shows.

Repórter: Quando vocês escolhem as músicas da setlist, vocês tentam balancear ou escolhem mais as músicas do novo álbum?

Seb: Atualmente temos uma lista de “músicas que TEMOS que tocar”, mas acho que estaremos com problemas no próximo álbum! (risos)
Chuck: Fica mais difícil a cada álbum, nós discutimos bastante e tentamos ver o que mais agrada os fãs, às vezes introduzindo uma ou duas músicas novas a cada show… Porque muitos fãs, principalmente na Europa, viajam para assistir vários shows, então tentamos dar a eles algo como: “ok, eles não tocam o mesmo show toda noite” e isso torna o show diferente para nós também.

Repórter: Vocês acham que os fãs europeus competem com os americanos?

Seb: Acho que os fãs daqui gostam mais da vibe rock e de festivais. Acho que isso está começando agora na América. E estamos numa fase boa! Tem um festival grande que acontecerá em Montreal que conseguiu se estabilizar agora, mas vocês o tem aqui há vários anos.
Chuck: Os festivais na Europa e no Reino Unido são um pouco do estilo Coachella, já aqui são mais no estilo pop punk, com uma cena mais alternativa. Parece que está rolando bem por aqui, então…

Repórter: E pode ser uma experiência pra vocês também. Às vezes, dependendo de onde o festival é na América, o clima está bom. Já aqui você tem que jogar um dado…

Chuck: É, nunca se sabe como estará o tempo!
Repórter: Chuva, neve ou qualquer coisa…
Chuck: É isso, faz parte de toda a experiência. Para nós, como banda, sempre torcemos para que seja um dia bom, mas hoje estamos embaixo dessa tenda, então estamos bem.
Seb: Mas essa tem sido uma boa estadia!

Repórter: Falando nisso, qual foi a última vez em que vocês acamparam?

Chuck: Wow! Quando eu tinha sete anos!
Seb: Numa barraca? É, provavelmente quando era muito novo também, talvez até no quintal da minha casa. Meus pais acabaram ficando viciados em acampar, então saíamos para acampar BASTANTE, mas faz muito tempo…
Chuck: Eu não sou um cara de acampar…
Repórter: Não? Nem um dia para assistir um show?
Chuck: Absolutamente não! (risos)
Seb: Não! Nem perto disso! Achamos ótimo quem faça isso, agradecemos muito por virem nos ver, mas não! (risos). As barracas fazem o nosso ônibus parecer ótimo!

Repórter: Nós fazemos um jogo, onde as pessoas que entrevistamos comem essa maçã e se apresentam para a câmera enquanto estão comendo.

Seb: Vai lá, Chuck!
Chuck: Eu tenho que fazer?
Seb: Sim, você ama doces!
Chuck: Mas aqui diz que pode causar irritação no estômago. Sério isso?

(Chuck coloca o doce na boca, faz uma cara de “sabia!!!” e enquanto mastiga:) Hey, eu sou o Chuck e esse é o Sebastien do Simple Plan e estou comendo essa maçã bem trevosa, ela é bem nojenta. Saúde!

Este artigo não possui comentários

© 2005 - 2017 - Alguns direitos reservados | Desenvolvido por Kézily Correa