Seja bem-vindo ao Simple Plan Brasil! Nós somos um site brasileiro sobre o Simple Plan com objetivo de difundir notícias, vídeos e conteúdos da banda. Este site é feito de fãs para fãs, ainda sem vínculos com integrantes da banda, mas temos apoio da Warner Music Brasil [+]

19.jpg
20.jpg
17.jpg
18.jpg
16.jpg
18160856_463707160639565_8605807614304976896_n.jpg

Últimas Imagens

Brasil marca presença em show da #NPNHJBTour nos EUA

Não é mais surpresa para ninguém que sempre tem um brasileiro em algum show do Simple Plan fora do Brasil, não é mesmo? E os próprios caras já perceberam isso. Seja principalmente na América do Norte ou Europa, deixamos um pedacinho da gente com eles e através dos fãs sortudos, podemos mostrar todo o nosso amor e o quanto queremos a banda de volta ao nosso país.

Depois do Thiago Feliciano – que esteve nos shows da #TeamSPTour ano passado na Espanha e Noruega, e da Mônica Vieira – que foi ao Acoustic Summer em Orlando também ano passado, nos mandarem uma review contando os detalhes de como foi essa experiência de show fora do Brasil, agora foi a vez da Bárbara Roos e da Karol Gonçalves dividir um pouco da história delas com os outros fãs.

As duas estiveram no primeiro show da cidade de São Francisco com a #NPNHJBTour representando os brasileiros e abaixo, você já pode ver como foi o show na visão de cada uma:

Bárbara –

Meu nome é Bárbara e eu fui ao show do Simple Plan em São Francisco no dia 15 de abril.

O show teve abertura das bandas Set If Off e Seaway. As duas tem um som bacana e interagem bem com o público. O Simple Plan entrou no palco era mais ou menos 9 PM (horário local) com aquele som de sirene (clássico haha) e a primeira música foi I’d Do Anything.

A banda em si interagiu bastante com o público. Fazendo piadas e tudo mais! A setlist é praticamente a mesmo de todos os shows, pra dizer a verdade, achei maravilhoso, estava com saudades de ouvir as músicas antigas. O Pierre teve o seu momento na bateria enquanto o Chuck se comunicava com a platéia e SIM, O CHUCK PULOU NA GALERA! SIM… e não eu não tive a felicidade de estar por aí haha.

Após eles tocarem todas as músicas do NPNHJB, eles tocaram músicas dos outros álbuns, como: Shut Up! e Boom. E o público estava bem animado! – Confesso que fiquei surpresa com o público americano pois sabemos que há uma GRANDE diferença entre nós brasileiros e eles. – A banda agradeceu várias vezes pois estávamos realmente bem animados e cantando todas as músicas.

Minha experiência foi maravilhosa, meu último show do Simple Plan foi em 2009 em São Paulo, então eu estava louca pra vê-los novamente. Fiquei super emocionada quando tocaram This Song Saved My Life porque eu amo essa música (uma das minhas favoritas) e porque eu não estava esperando a oportunidade de ouvir ao vivo.

O show foi perfeito, não teve um erro… foi lindo, foi bem a cara do Simple Plan. Aliás, consegui pegar a palheta do Jeff.

Karol –

Sou fã desde que eu tinha 10 anos (hoje 22) e antes dos meus 18 anos eu nunca pude ir a nenhum show, pois além de ser longe da minha cidade, não tinha quem poderia ir comigo. Meu primeiro show foi em 2012 quando completei 18 anos, onde eu escolhi ir ao show do Simple Plan ao invés de tirar minha carteira de motorista. Ano passado (2016) quando eles anunciaram a turnê no Brasil, fiquei eufórica e fui logo comprando o ingresso, porém em Setembro acabei me mudando para os Estados Unidos. A cada postagem, live, foto no Facebook e Instagram deles no Brasil, era uma facada no meu peito, até que eles anunciaram a nova turnê na América do Norte e então no dia 15/04/2017 tive a oportunidade de ir em um dos shows do No Pads, No Helmets… Just Balls 15th Anniversary Tour na casa de show The Fillmore em São Francisco – CA e só tenho uma palavra pra descrever: FANTÁSTICO!

Claro que os fãs não são tão calorosos quanto os fãs brasileiros, mas a banda fez um show incrível (como de costume rs). O show estava previsto pra começar as 8 PM com a abertura de 2 bandas: Seaway e Set It Off. Todas as pessoas que haviam comprado o ingresso pra Pizza Party, tiveram a oportunidade de entrar 30 minutos mais cedo, com isso, consegui ficar colada no palco. As 8:47 PM o Simple Plan entrou no palco, com aquela velha e boa sirene e luzes de emergência cantando I’d Do Anything. A energia foi incrível!

Na música Grow Up, Pierre assumiu a bateria e Chuck foi trocar uma ideia com o público, cantou uma parte do refrão e claro… se jogou na galera! Teve pulos, teve água na galera, teve brincadeirinhas entre David e Pierre (óbvio), teve David jogando a palheta pra trás e tentando pegar sem sucesso e claro, teve a gratidão deles em ver que mesmo depois de 15 anos, os fãs continuam lá, chorando ao som de Perfect.

Eles finalizaram o show com Welcome To My Life as 10:30 PM e logo em seguida tivemos a Pizza Party. Foi a melhor coisa da minha vida! Primeiro fomos servidos com pizza e refrigerante a vontade e depois de uns 15 minutos, Pierre, Seb, Jeff e Chuck entraram na área pra aproveitar com a gente. Primeiro fui pra conversar com o Jeff. Estávamos eu e mais três brasileiras conversando em português perto dele, quando ele vira e fala: “Hey girls, what language do you speak?” – “Portuguese, we’re from BRAZIL!!” E adivinhem qual foi a primeira palavra que ele soltou em português?! BUNDA hahaha. Sim, ele disse bunda e caipirinha, e disse também que não nos deixaria esperando pra tirar foto por tanto tempo, pois ele sabe que “Brazilian fans are crazy”.

Logo depois fui falar com o Seb e tive muita vontade de pegar ele pra mim, de tão fofo que ele é. Ele foi logo autografando minha camiseta e perguntando de onde eu era e já logo soltei: “Vocês tem que voltar para o Brasil logo, a gente ama vocês!” E a resposta foi: “Nós estávamos lá há alguns meses atrás, mas com certeza iremos voltar em breve, minha linda!” Na hora eu não soube se eu ficava emocionada com o “we’ll be back soon” ou com o “minha linda” que ele soltou naquele inglês enrolado *-*.

Então chegou a hora mais aguardada: abraçar o meu amor platônico Pierre Bouvier, e as únicas palavras que consegui soltar foram “Eu não consigo acreditar! Você é real!” Sério gente, eu estava abraçando aquele cara que ficava cantando em cima do telhado no clipe que estava entre os 10 mais vistos da semana na Mix TV. Aquele cara dos posters espalhados pelo meu quarto. Aquele cara que é vocalista da banda que eu curto e coleciono entrevistas e fotos desde os 10 anos de idade. Era ele ali, abraçado comigo por uma infinita hora (no meu tempo rs). Ele foi super fofo e atencioso.

Em seguida fui falar com o Chuck, ele foi logo me abraçando e perguntando meu nome. Também perguntou de onde eu era, se eu estava na Califórnia a passeio ou a trabalho. Um super fofo que ganhou mais ainda meu coração! Depois que todo mundo havia falado com cada integrante da banda, foi a vez de tirar a foto em grupo. Em seguida eles montaram uma fila onde cada pessoa tirava uma foto com a banda com o seu celular, pegava o pôster da turnê autografado e ia embora. Eu, claro, não pude deixar de representar o Brasil e pedi pra eles tirarem uma foto com a bandeira!

Mas além desta pequena review, não podemos esquecer que a fã Bárbara também nos enviou algumas fotos e um trecho de Perfect que com certeza vai fazer você desejar ainda mais a turnê de 15 anos do No Pads aqui. Veja abaixo:

Este artigo não possui comentários

© 2005 - 2017 - Alguns direitos reservados | Desenvolvido por Kézily Correa